Riscos da viagem clandestina: saiba como identificar se uma viagem é regular ou não antes de comprar uma passagem de ônibus

  • 16/04/2024
(Foto: Reprodução)
Em Limeira, 25 pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo um ônibus que prestava o serviço irregularmente, no domingo (14). Especialistas dão orientações para garantir uma viagem segura. Ônibus invade posto de combustíveis e bate em caminhão estacionado em Limeira (SP) Jorge Talmon/EPTV O acidente envolvendo dois ônibus e um caminhão e que deixou 25 pessoas feridas, no domingo (14), em Limeira (SP), acende o alerta a respeito dos riscos envolvendo viagens clandestinas. O coletivo que causou o acidente prestava o serviço irregularmente. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) confirmou que o ônibus não é habilitado para o transporte interestadual de passageiros. Ele tinha saído do Piauí em direção a São Paulo e não tinha certificado de segurança e tacógrafo em funcionamento. Além da falta de licença, o ônibus apresentou problemas nos freios. Mas como reconhecer se um coletivo é regular antes de realizar uma viagem? O g1 e a EPTV, afiliada da TV Globo, entrevistaram Felipe Ricardo da Costa Freitas, superintendente de fiscalização da ANTT, e o especialista em trânsito Agnaldo Pedroso, que deram orientações sobre precauções que os passageiros dedem adotar para garantir sua segurança. Ônibus invade posto de combustíveis e bate em caminhão estacionado em Limeira (SP) Jorge Talmon/EPTV A quais riscos o passageiro está suscetível em viagens clandestinas? 🚨 O superintendente de fiscalização da ANTT explica que esses veículos não estão enquadrados nos controles que a agência estabelece, como emitir certificado de segurança veicular, realizar aferição do tacógrafo e outros controles, realizar manutenção do veículo, e oferecer seguro de responsabilidade civil para acidentes. "O perfil é de baixa manutenção do veículo, excesso de jornada do motorista. Que que isso quer dizer? Motorista cansado, desatento, o tempo de reação diminui. O veículo tá com o pneu careca, sem farol, farol queimado. Então, é todo tipo de problema ali que acaba se somando ao risco inerente à rodovia. E somado tudo isso acontece o acidente", alerta. Pedroso também observa que, geralmente, o condutor não tem o conhecimento necessário pra transportar um coletivo de pessoas. Além do risco de acidente, quais outros problemas podem acontecer? Segundo Freitas, muitas vezes os passageiros do transporte clandestino têm a falsa sensação de que deu certo porque nada aconteceu durante a viagem. "Só que ali você tem, muitas vezes, transporte de drogas, armas, tráfico de pessoas, animais silvestres. Então, você tá submetido a uma criminalidade que acontece de dar muito errado, por exemplo, no meio do caminho". "Fora, que a gente tem outras outros problemas, como crime tributário, porque não recolhe o imposto. Então, você acaba contribuindo pra criminalidade", acrescenta. Passageiros do ônibus que causou acidente em Limeira quebraram vidros para sair do veículo Reprodução/EPTV Viagem clandestina dá direito a seguro? Não. Não há possibilidade de indenizações em caso de acidente. "Um seguro que é obrigatório, que faz toda a diferença, chama seguro de responsabilidade civil, que visa pagar as despesas. Em caso de sinistro, por exemplo, a sua bagagem é perdida num acidente. Esse seguro vai indenizar tudo que você colocou no bagageiro. Já o clandestino, como ele não tem esse seguro", aponta o superintendente da ANTT. "Quando você vai numa agência, você tem esse direito ao seguro viagem. Se for uma excursão, geralmente, o pessoal não se preocupa com isso", explica Pedroso. Então, por que há passageiros que optam por esse transporte? Freitas explica que a grande maioria do transporte clandestino de longa distância se origina ou tem destino São Paulo. "Tem uma uma pujança econômica, então as pessoas buscam oportunidade. Essas pessoas nem sempre têm o recurso necessário pra fazer uma viagem segura que sai da rodoviária. Então, ele opta pelo clandestino. Só que nem sempre é muito mais barato. Ele é muito mais perigoso, mas nem sempre é muito mais barato". O que pode indicar que o transporte é clandestino ou legalizado? Freitas alerta que a viagem por fretamento não pode fazer só de ida; Empresas legalizadas saem dos terminais rodoviários da cidades; Empresas autorizadas emitem o bilhete de passagem eletrônico, como se fosse uma nota fiscal de supermercado. Ele tem um QR Code. Lendo ele pela câmera do celular é possível verificar se o seu bilhete é válido; O clandestino não sai da rodoviária e ele não emite bilhete de passagem; O passageiro também pode se atentar a adesivos aplicados para identificar que houve vistoria e ver a data que ela ocorreu; Também é importante desconfiar se o valor da viagem for mais baixo que o de outras empresas. É possível fazer alguma consulta especificamente pelo veículo? O site da ANTT possui um link de consulta pra que o passageiro consulte a placa do ônibus e saiba se aquele veículo é legalizado ou não. Também é possível fazer contato por meio da ouvidoria da agência, pelo número 166, ou por WhatsApp, pelo link no rodapé do site. Vídeo de câmera de segurança mostra acidente entre ônibus e caminhão em Limeira VÍDEOS: Tudo sobre Piracicaba e região Veja mais notícias da região no g1 Piracicaba

FONTE: https://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2024/04/15/riscos-da-viagem-clandestina-saiba-como-identificar-se-uma-viagem-e-regular-ou-nao-antes-de-comprar-uma-passagem-de-onibus.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes